Política

Governo não vai decretar lockdown em AL agora, entenda


Fonte: Blog do Edivaldo Júnior e Tnh1

20/05/2020 10h30

O secretário da Saúde e o governador de Alagoas já anteciparam que as medidas de isolamento social serão endurecidas em Alagoas a partir desta quita-feira (21).

Mas Alexandre Ayres e Renan Filho sabem que na ‘dose errada’ isolamento social pode virar ‘veneno’.

E é por um raciocínio simples como esse que o governo não deve decretar lockdown em Alagoas. A medida é avaliada, no máximo, para a grande Maceió.

Os dados disponíveis até o momento revelam que o Estado vem aumentando o índice de isolamento social nos últimos dias, atendendo o apelo das autoridades de saúde.

Segundo o Índice de Isolamento Social (IIS) da In Loco, Alagoas está oscilando entre a 9ª e a 11ª posição entre os Estados que mais respeitam as recomendações de distanciamento.

No domingo (17), esse índice chegou a 54% e na segunda-feira (18), ficou em 44,2%, igual ao Maranhão que tinha decretado lockdown.

A diferença de Alagoas para todos os outros Estados que já decretaram lockdown (PA, MA, CE e PE) é de três a cinco pontos percentuais (veja imagem), algo que o governo poderia conseguir reverter com o endurecimento de algumas regras, um pouco mais de fiscalização, uma boa mobilização social e com mais campanhas de comunicação.

Um bom exemplo é o primeiro decreto de situação de emergência em Alagoas. Entre os dias 21 e 30 de março o IIS do Estado ficou acima de 50%, chegando a mais de 60% em alguns momentos. E sem lockdown.

Por outro lado, o lockdown não é consenso nem mesmo entre os especialistas. A Sociedade Alagoana de Infectologia recomenda o bloqueio total na Grande Maceió, mas pede que sejam ouvidos outros setores da sociedade.

Com casos de Covid-19 entre amigos, parentes, além dos inúmeros relatos de casos na mídia convencional e nas redes sociais, o alagoano que pode está ficando em casa.

Em resumo, o alagoano passou a atender mais as recomendações das autoridades de saúde. Lockdown pode ser encarado como uma punição ou uma dosagem além da recomendada para a população.

Alguns estudos apontam para o achatamento da curva da Covid-19 em Alagoas a partir do início de maio, apesar do rápido crescimento de casos.

E, por último, e não menos importante, a rede de saúde de Alagoas está em melhor situação – pelo que revelam números oficiais – do que em outros Estados que já decretaram o lockdown.

Declaração

Em ofício encaminhado ontem à noite ao defensor-geral Ricardo Melro, o secretário Alexandre Ayres já sinaliza para o conteúdo do aguardado decreto do governador Renan Filho, a ser publicado hoje – para vigorar a partir de amanhã.

Em resumo, a Sesau não descarta a adoção do lockdown na Região Metropolitana- como sugeriu a Sociedade Alagoana de Infectologia –, mas não agora.

Motivo: as consequências que podem advir para as famílias que vivem “em situação de subsistência”.

Atualizada as 17:13

Centro de Maceió - Foto: Ailton Cruz
Índice de isolamento social Inloco - Reprodução


Compartilhe