Pop & Arte

Poesia e linguagem teatral em a A Memória da Flor


Fonte: Assessoria

14/04/2019 16h00

Com direção de Jadir Pereira e cenário intimista, o espetáculo “A memória da Flor”, tem o objetivo de mostrar como nossos próprios demônios podem destruir uma relação e nos trazer graves problemas quanto à saúde mental e emocional de um relacionamento.

Anos 60, a era do rádio e suas composições românticas, o palco invadido por perfume de alfazema, entre uma luz e outra o amor conflituoso de duas personagens complexas. É assim que o espetáculo “A memória da flor”, do Teatro da Poesia, vai estrear nos dias 03 e 04 de maio, sexta-feira e sábado respectivamente, no Teatro de Arena Sérgio Cardoso (ao lado do Teatro Deodoro), propondo diálogos poéticos e intensos,

Inspirada pela canção homônima do compositor alagoano Júnior Almeida, o espetáculo retrata o relacionamento tumultuado de um casal através das cartas
trocadas por eles. Elas funcionam como a cápsula do tempo que narra essa história. Tom (Jamerson Soares), um andarilho que se perdeu nos trilhos de seus próprios traumas, e Flora (Louryne Simões), uma cantora que decidiu não cantar mais, sufocando seus sonhos no silêncio de sua voz. Eles vivem uma relação de amor profundo, mas cheia de tensão e problemas devido à interferência de seus conflitos internos. E é partir de memórias contadas sob corpos em estado de poesia que o espetáculo descreve de que forma tudo começou.

“Dirigir um espetáculo em que você já atuou tem como principal desafio se distanciar da atuação passada. Durante o processo eu senti um misto de nostalgia e felicidade. Me despedi do Tom, como ator, mas o vejo todas as semanas como diretor”, declarou Jadir, enquanto explicava sobre o processo de criação, e como foi ser ator na primeira versão da peça. “Espero que o público de “A memória da Flor” tenha a compreensão de que assistirá a uma peça-poema, e que cada espectador saia do Teatro com uma imagem na cabeça, uma frase, um instante, como se a vida coubesse em uma fotografia, em um pote de moeda ou em uma canção de rádio”, conclui.

Desde 2015, o Teatro da Poesia, que tem como fundadores os atores e professores Jadir Pereira e Louryne Simões, vem investigando o ato poético nas artes cênicas, tendo em vista a teatralização da Poesia e a poetização do Teatro. Para tanto, pesquisa a criação de cenas poéticas a partir de textos literários, a criação de um “corpo poético” e a exploração dos silêncios.

Serviço

DATA: 03 e 04 de maio (Sexta-feira e sábado, respectivamente)
LOCAL: Teatro de Arena Sérgio Cardoso (ao lado do Teatro Deodoro)
HORÁRIO: 19:30
INGRESSOS: R$10,00 (preço especial para estudantes de teatro), R$15 (meia-entrada) e R$30 (inteira), através do site: www.sympla.com.br/teatrodapoesia
CLASSIFICAÇÃO: 16 anos



Compartilhe