a Forró e Jazz embalam a noite no Quinta do Arena | Jornal de Alagoas

Pop & Arte

Forró e Jazz embalam a noite no Quinta do Arena


Fonte: Assessoria

05/08/2019 10h45

A imagem de Luiz Gonzaga, saudoso rei do baião, já está vinculada à sanfona, assim como outros grandes nomes do forró, xote e baião, a exemplo de Dominguinhos, que são lembrados acompanhados do instrumento. Mas Edi Ribeiro e o já qualificado Power Trio se arriscaram ao novo: da sanfona colher o molejo intenso e floreios das harmonias e trazer para a guitarra, instrumento tão flexível, mas que, muitas vezes, teima em ficar na mesmice. Tais brincadeiras de guitarra, repletas de improviso e ritmo marcante lembram o inconfundível jazz norte americano. Assim, buscando a mistura dos dois ritmos e seus instrumentos mais marcantes, nasceu o ForróJazz no Baião de Dois, de Edi Ribeiro, acompanhado por Itu Bass no contrabaixo e Cleber Vieira na bateria – formação Power Trio.

E são eles que farão a segunda apresentação da programação do Quinta no Arena, que está na 15ª edição em 2019. O show ForróJazz começa às 19h30, dia 08 de agosto, no Teatro de Arena Sérgio Cardoso, anexo ao Teatro Deodoro, Centro de Maceió. “A ideia do Forrojazz surgiu em 2016, de montar um formato trio tocando o forró, o baião, o xote, o bumba meu boi, o coco, tudo em função da guitarra” conta Edi Ribeiro, “e é o que venho fazendo, a guitarra pede licença à eterna sanfona e sai em busca do molejo frenético do forró pé de serra e do swing jazzístico”.

Desde a virada do século, os idos 2000, Edi desenvolve trabalho autoral, fruto de experiência adquirida em “farras que meu pai fazia com os amigos” e mais tarde tocando em casa noturnas e bandas de baile da capital alagoana. Em sua carreira de quase duas décadas, ele vem participando de festivais pelo nordeste, ganhando prêmios como o Festival da Ufal e também fui finalista no II Festival em Cantos de Alagoas. O guitarrista e cantor conta sobre sua conexão com a música: “É minha energia condutora, impulsiona meus instintos e reflexões. A música me traz desafios e pesquisas diárias num debruçar inquietante pelos versos sonoros imbricados entre melodia e harmonia”.


O show do Power Trio vem uma semana após a divertida apresentação do Instituto de Pesquisa Cênica (IPC) com o espetáculo A Farsa do Advogado Pathelin, no dia 01 de agosto. Ao todo, serão 15 apresentações selecionadas no edital para compor a programação do projeto Quinta no Arena, realizado pela Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (Diteal) para fomentação a cultura local e formação de plateia.

Edi Ribeiro tocou no Quinta no Arena em 2006, na época com o Grupo Cumbuca, e demonstra expectativa em fazer este novo show: “O Arena tem esse aspecto do um show aconchegante, de um show intimista, o que resulta num contato maior com o público e isso é realmente o que espero que aconteça, essa sensação de como tocar pra uma roda de amigos na própria sala de casa”. Além do trio, haverá um convidado especial para uma das músicas, o músico e cantor Wilson Miranda.



Compartilhe