a Lenda do Boto ganha vida em musical no Teatro Deodoro é o Maior Barato | Jornal de Alagoas

Pop & Arte

Lenda do Boto ganha vida em musical no Teatro Deodoro é o Maior Barato


Fonte: Assessoria

11/10/2019 10h06

Uma das lendas mais conhecidas do folclore brasileiro vai ganhar vida no palco do centenário Teatro Deodoro. Boto: O Musical será apresentado nesta quarta-feira (16/10), a partir das 19h30, integrando a programação do projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato.

O ingresso custa R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia-entrada), à venda na bilheteria do Teatro Deodoro, de terça a domingo, das 14h às 18h, e, no dia da apresentação, o horário se estende até o início do espetáculo.

O musical conta a estória de uma menina chamada Ana, que vive as margens do Rio Amazonas, na Aldeia de Pinhão. Em certo dia, ela resolve ir com suas amigas à festa da padroeira, onde encontra Beto, que chama a sua atenção pelos trajes cor-de-rosa. Os dois se apaixonam, porém precisam lutar para viver esse grande amor.

Segundo o ator e escritor do texto do espetáculo, Roberto Montenegro, a ideia por trás de “Boto: O musical” era juntar uma história de amor com a popular lenda. Para deixar tudo isso ainda mais interessante, a trilha sonora é composta por canções conhecidas da nossa música popular brasileira.

Com direção de Igor Vasconcelos e Roberto Montenegro, a coreografia é de Marina Sales, sonoplastia de Victor Machado e Thomás Azevedo e o elenco composto por Mariana Hardy, Matheus Fonttes, Gaby Ferreira, Roberto Montenegro, Klisia Corcino, Igor Vasconcelos, Carol Morais e Emmanuel Lima.

De acordo com Roberto Montenegro, Boto não surgiu como um musical. Primeiro, foi escrito como uma peça de teatro. Quando o diretor ouviu uma música da Maria Gadu, percebeu que a canção poderia não só ser da trilha sonora, como cantada no espetáculo. Para ele, as músicas brasileiras têm potencial muito grande de se tornar texto de teatro.

“Sempre fui apaixonado por musical, busquei estudar. É uma vertente do teatro que você tem que dominar o canto, a dança e a interpretação. Fomos muito rígidos na escolha do elenco. Temos uma banda ao vivo que caracteriza o musical, é uma história engraçada e o boto cor-de-rosa vai aparecer”, explica.

Roberto tem o costume de dizer: “Os autores são tão incríveis que eles escrevem canções de amor, mas também podem ser histórias com total sentido, como é o caso do nosso musical. Como assim Maria Gadú, Djavan, Caetano Veloso e Lulu Santos contando a história de uma lenda folclórica? Pois é, só assistindo pra entender”, convida.

O projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato está em sua 20ª edição e tem como objetivo valorizar e incentivar a produção local, democratizar o palco do Deodoro e formar plateias. Este ano, são 15 espetáculos, de teatro, dança e música, selecionados por meio de um edital no início do ano. A cada apresentação, são oferecidas 50 cortesias para alunos da rede pública de ensino, que podem ser solicitadas pelo escolasditeal@gmail.com e (82) 98884-6885.

“Eu estou muito feliz pelo musical Boto ter sido selecionado no Teatro Deodoro é o Maior Barato, já participei do projeto como ator e, agora, como diretor, escritor e ator. É um projeto muito bonito, de incentivo à cultura, em sua 20ª edição, a gente vê que está funcionando, espero que dure muitos anos e que as pessoas possam entender que o teatro é muito mais que entretenimento, um lugar que a gente aprende muito”, concluiu Roberto Montenegro.

Serviço

Projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato – Boto: O Musical

Quando – Quarta-feira, 16 de outubro, às 19h30

Local - Teatro Deodoro, Centro de Maceió

Entradas: R$10 (meia) e R$20 (inteira), na bilheteria do teatro, de terça a domingo, das 14h às 18h, e, no dia do show, das 14h até começar a apresentação.



Compartilhe