a Freedom Songs semeia o amor e a paz no show Memória do Povo Negro, no Quinta no Arena | Jornal de Alagoas

Pop & Arte

Freedom Songs semeia o amor e a paz no show Memória do Povo Negro, no Quinta no Arena


Fonte: Assessoria

21/10/2019 13h03

Ritmo jamaicano conhecido mundialmente, o reggae fincou raiz forte em Alagoas com o trabalho de artistas locais, que atribuíram identidade própria ao gênero com composições e arranjos autorais e sotaque alagoano em mensagens de positividade, críticas sociais e de amor.

Um pouco deste trabalho produzido no estado pode ser conhecido em mais uma noite de apresentações do projeto Quinta no Arena, que recebe a banda Freedom Songs, unindo a música reggae à poesia, na quinta-feira (24/10), a partir das 19h30, no Teatro de Arena Sérgio Cardoso, anexo ao Deodoro, Centro de Maceió.

O acesso custa R$ 10,00 (meia-entrada) e R$ 20,00 (inteira), à venda na bilheteria do Teatro Deodoro, de terça a domingo, das 14h às 18h. No dia do show, as vendas se estendem até o início da apresentação.

 “O show intitulado “Memória do Povo Negro” homenageia a cultura afrodescendente de Alagoas, resgatando a ancestralidade e conta com as participações especiais do Mestre Wilson Santos (Orquestra de Tambores), Thiago Correia, entre outros artistas alagoanos, além da performance da atriz Cleci Maria do Nascimento, Artes Cênicas da UFAL”, explica o músico Brunno Torres.

Com direção e roteiro da Freedom Songs e Chico Elpídio, a banda é formada por Brunno Torres (flauta bansuri, violão e vocal), Ewerton de Lima Silva (guitarra solo), Leandro da Silva Monteiro (bateria), José Gilson (Ninho) (teclados), Daniel Nunes (baixo) e Lucas Natureza Berimbau (efeitos). Além das músicas autorais, o grupo apresenta o texto Manifesto Sururu, do professor Edson Bezerra, em seu repertório.

Formada em 2012, a banda Freedom Songs tem diversas influências, do reggae roots jamaicano, passando pela capoeira, maracatu e afoxé e suas mensagens têm essência ecumênica, levando o sagrado de tradições orientais e ocidentais ao público. Essa mistura resulta em um trabalho multicultural, que une diferentes universos e linguagens com um só propósito: ser instrumento de propagação do amor e da paz por meio da música.

O grupo já participou de projetos, como o festival Em Cantos de Alagoas, Sesc das Artes e Quinta no Arena, no ano passado, quando homenageou o escritor alagoano Jorge de Lima.

 “Estar no Quinta no Arena, mais uma vez, é muito satisfatório, pois o Teatro de Arena Sérgio Cardoso é a melhor oportunidade de ficar próximo do público e  apresentar um show dessa maneira é único”, contou o músico Brunno Torres .

 

Serviço:

Projeto Quinta no Arena – Show Freedom Songs Canta Memória do Povo Negro

Quando – Quinta-feira (24/10), às 19h30

Local – Teatro de Arena Sérgio Cardoso, anexo ao Deodoro, Centro de Maceió

Ingresso - R$ 10,00 (meia-entrada) e R$ 20,00 (inteira), à venda na bilheteria do Teatro Deodoro, de terça a domingo, das 14h às 18h. No dia do show, as vendas se estendem até o início da apresentação

 


Compartilhe