a 16ª edição da Mostra de Dança Alagoana acontece nesta sexta-feira | Jornal de Alagoas

Pop & Arte

16ª edição da Mostra de Dança Alagoana acontece nesta sexta-feira


Fonte: Agência Alagoas

30/10/2019 11h17

Do Hip Hop à Dança do Ventre, a 16 ª Mostra de Dança Alagoana acontece nesta sexta-feira (1º) e chega trazendo novidades. Pela primeira vez o projeto vai compor a programação da Feira Literária de Marechal Deodoro (Flimar). Nos dias 1 e 2 de novembro, na Praça Pedro Paulino, grupos dos mais variados estilos como o Ballet Clássico, Ballet Moderno, Breaking, Street Dance, Jazz, Afro, Hip Hop, Dança do Ventre, entre outros, estarão se apresentando.

Mais de 400 dançarinos passarão por Marechal no primeiro dia de evento, de 18h às 19h30, e no segundo dia, de 16h30 às 19h30. A comissão julgadora selecionou os grupos levando em consideração a qualidade artística e técnica dos inscritos, a originalidade e criatividade da coreografia, complexidade coreográfica, diálogo entre coreografia, tema e música, e tempo de atuação e formação do grupo de dança.

“Este ano chegamos bem diferente. Desde o início, o objetivo desse projeto é reunir o pessoal que trabalha com dança dentro e fora de Maceió. Umas das novidades deste ano é que grupos de outras cidades do Estado, que nunca antes haviam participado, como Chã Preta e Paripueira, marcarão presença. Isso mostra como a Mostra se fortalece, atingindo aos poucos novos municípios”, conta a curadora da Mostra, Karina Padilha.

Prêmio Eric Valdo de Dança

No dia 7 de novembro, durante a 9 ª Bienal do Livro de Alagoas, é realizado o Prêmio Eric Valdo, encerrando a programação da Mostra. O evento, que contempla os profissionais de maior destaque do segmento no Estado, acontece a partir das 20h, no auditório do Museu da Imagem e do Som de Alagoas.

Diante da contribuição do bailarino alagoano para a dança, a Secretaria de Estado da Cultura (Secult/AL) homenageia o artista desde o ano 2016.

“A realização do Prêmio Eric Valdo de Dança é uma forma que o Governo de Alagoas tem para agradecer e eternizar a obra deste grande artista e de valorizar todos aqueles que fazem cultural em nosso Estado”, disse a Secretária de Estado da Cultura, Mellina Freitas.



Compartilhe