Pop & Arte

O iFood destina R$50 milhões para fundo de assistência aos pequenos restaurantes


Fonte: Assessoria Ifood

23/03/2020 11h31

Nos últimos dias o iFood vem trabalhando duro para desenvolver iniciativas de apoio a seus mais diversos públicos em meio ao cenário global do COVID-19. Além das medidas já divulgadas com foco em prevenção, diminuição de contato nas entregas e auxílio a parceiros de entrega, a empresa dedicou-se ainda a buscar soluções que amenizem os impactos econômicos e sociais da doença para os restaurantes cadastrados em sua plataforma.

Para que isso aconteça, a foodtech anuncia três grandes ações que passam a valer a partir do dia 2 de abril.

Maior lucro por pedido

O iFood irá destinar R$50 milhões de sua receita na forma de um fundo de assistência a restaurantes, com foco especial nos pequenos estabelecimentos locais.

Melhorar fluxo de caixa

A empresa irá antecipar os recebimentos dos restaurantes, sem custo adicional. Dessa forma, todo restaurante que optar por fazer parte dessa iniciativa, receberá seu pagamento em 7 dias após a venda nos meses de abril e maio. Com isso, a expectativa é injetar até R$600 milhões no mercado brasileiro.

Minimizar impacto da queda de fluxo ou fechamento de salões

De acordo com orientações de distanciamento social e outras determinações dos órgãos públicos, a previsão é que nos próximos dias muitos restaurantes tenham que fechar seus salões ou que sintam diminuição considerável no número de clientes que frequentam seus estabelecimentos. Por isso, todo o valor arrecadado pelo iFood em taxas do serviço ‘Pra Retirar’ (no qual os usuários fazem o pedido via app e retiram diretamente no restaurante) será devolvido integralmente aos restaurantes parceiros. Além de receber de volta o valor do serviço, os restaurantes permanecem ainda como ponto de retirada de pedidos, o que mantém viva a atividade principal: o salão. Atualmente, o recurso ‘Pra Retirar’ está presente em cerca de 120 mil restaurantes localizados em mais de mil cidades em todo o país.

Os detalhes de todas as medidas serão apresentados pela empresa na próxima quarta-feira, 25 de março.



Compartilhe