Rural

Leilão Mais Leite cresce 72% e valoriza rebanho de AL


Fonte: Assessoria

30/10/2018 10h01

O Leilão Mais Leite, promovido pelos criadores Domício Silva, Paulo Amaral, Alexandre Oiticica e Joãozinho Pereira,  fechou a rodada de negócios da Expoagro/AL, no sábado 27,recebendo criadores de todo Nordeste  em grande estilo. O remate faturou  R$ 547.200,00 e obteve o crescimento de 72% com  a comercialização de 61 produtos de bovinos gir leiteiro e girolando. 

Destaque nacional de 2017 pelo desempenho das médias por lote, neste ano a média Mais Leite valorizou 30%, disparando o valor médio do lote para R$ 10.133,33.  O remate também fez um dos bovinos mais caros 68ª Expoagro/AL com a venda da fêmea ITUPEVA FIV, comercializada por R$ 30.000,00.

Única praça de comercialização das raças leiteira na Exposição alagoana, o Mais Leite forneceu genética ao Nordeste através de novilhas prenhas, vacas em lactação, bezerras, vacas jovens, prenhezes e reprodutores.

“Nossas expectativas sempre são as melhores possíveis pela seleção acima da média que vem  sendo proposta. Mas, ainda sim, fomos surpreendidos pelo  público e disputa pelos nosso animais. Isso mostra a boa reputação e efeito genético de consistência presente no rebanho”, atribuiu o promotor Domício Silva.  

O bom desempenho  do Mais Leite, de acordo com o pecuarista, Paulo Amaral, é atribuída o trabalho dos promotores com a seleção de genética leiteira. "Esse leilão permite uma grande junção de qualidade onde o produtor de leite encontra  o que tem de melhor num só lugar. Uma parceria que reflete em um rebanho altamente certificado e com garantia de produtividade. Isso é o que sempre buscamos injetar no mercado”, disse o criador Amaral.



Compartilhe