Rural

Usina Pindorama deve fazer safra mais alcooleira de sua história


Fonte: Assessoria

04/02/2019 14h53

A moagem da cana-de-açúcar da Safra 18/19 na Usina Pindorama deve entrar para história com uma das mais alcooleiras dos últimos anos. Segundo a gerência industrial, a usina deve encerrar o ciclo com a produção de 50 milhões de litros de álcool. A previsão é que 900 mil toneladas sejam  beneficiadas até 15 de fevereiro.

“O momento é de otimismo frente a nossa leitura do mercado e movimentos do setor. Estamos nos posicionando estrategicamente para podermos ter maior atividade também nesse nicho de mercado. Além disso, a Pindorama faz uma safra tranquila e sem acidentes”, explicou Klécio Santos,  presidente da Usina.

Dados parciais da safra, segundo da gerência industrial, mostram, nesta segunda-feira, 28, o processamento total de 800 mil toneladas. Até o momento, foram produzidos 792 mil sacos de açúcar e  extraídos 26 milhões de litros de álcool.

Segundo o gerente industrial Ericksson Viana, uma das novidades deste ciclo foi a superação da média de produção diária que subiu de 4600 toneladas produzidas por dia para  5500. “Fizemos adequações pontuais na destilaria para aumentar  a moagem, direcionado-a para o álcool.Modificamos a navalha, aumentou-se o diâmetro de giro, aumentamos a capacidade de geração de vapor, melhoramos a fermentação e aumentando o brix visando maior aproveitamento alcoólico”,  explicou Ericksson.

Na Safra 18/19, a Usina Pindorama também conseguiu bater  os 90% em eficiência de horas aproveitadas. Já em Açúcar Redutores Totais (ART), foram recuperados 86%. 



Compartilhe