a CPLA vai apresentar projeto da UBL à Câmara Setorial do Leite de AL | Jornal de Alagoas

Rural

CPLA vai apresentar projeto da UBL à Câmara Setorial do Leite de AL


Fonte: Assessoria

07/02/2019 13h22

O projeto de abertura da Unidade de Beneficiamento do Leite (UBL) da Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA)  entrará em pauta na  audiência da Câmara Setorial do Leite de Alagoas na próxima terça-feira,12, na Secretaria de Agricultura de Alagoas (Seagri/AL).  A câmara reúne semestralmente  produtores, laticinistas, empresários,  gestores públicos  e líderes do setor produtivo. 
 
A CPLA colocará  em discussão o plano de viabilidade econômica da  agroindústria dos pequenos produtores de leite, que terá capacidade de beneficiar até 440 mil litros de leite/dia.  Segundo Aldemar Monteiro, presidente da Cooperativa, o estudo  aponta a melhoria de renda dos produtores  e a inclusão de mais de 10 mil pequenos produtores, além de geração de 560 empregos diretos e outros 20 mil indiretos.
 
"Esse projeto representa um novo fôlego para o setor leiteiro. Mais uma vez vamos buscar esse diálogo com o setor para apresentar o salto tecnológico proposto ao segmento e em fomento à economia",  ressaltou Aldemar Monteiro. 
 
Com diversos atrativos econômicos para o setor e municípios,  a UBL da CPLA também poderá resolver  a dificuldade de escoamento da produção da agricultura familiar. O mix  de produtos e subpropdutos da UBL contempla a fabricação de leite em pó, leite em pó desnatado, manteiga, leite condensado, queijo mussarela, composto lácteo em pó, doce de leite e sobremesa láctea.
 
"Precisamos dessa união de esforços para que esse projeto se concretize e inaugure uma nova era na produção leiteira do nosso estado. É um projeto revitalizador, que vai beneficiar todos os eixos econômicos ao redor do leite. Um projeto que pode ser decisivo para o setor, tanto em gestão técnica na produção do leite quanto no aporte em inovação em tecnologia de produção", contou Aldemar. Atualmente, a UBL conta com todos os maquinários dipostos no Parque industrial aguardando uma reforma de adequação do prédio. 


Compartilhe