a Proximidade da 69ª Expoagro/AL estimula setor | Jornal de Alagoas

Rural

Proximidade da 69ª Expoagro/AL estimula setor


Fonte: Assessoria

15/10/2019 09h32

O setor agropecuário do estado já sente os estímulos na economia provocados pela proximidade da Exposição Agropecuária e de Derivados de Alagoas (Expoagro/AL), que acontece entre 25 de outubro e 3 de novembro, no Parque da Pecuária. Até o momento, puxado pela proximidade da exposição e a busca de animais para reposição, o setor já faturou R$ 3,2 milhões com leilões voltados para as raças nelore e quarto de milha.

Além de criadores da pecuária de corte e de leite, o evento mobiliza  estudantes, instituições e empresas que vão em busca de negócios e conhecimento técnico. Segundo o presidente da Associação dos Criadores de Alagoas (ACA), Domicio Silva, a expectativa é que sejam movimentados R$ 9 milhões com a venda de animais e negócios.

“A intenção de consumo para esse ano é maior devido a fatores de desempenho de produtividade nas fazendas e economia. Além disso, temos em Alagoas uma das vitrines mais sólidas do agronegócio do Norte Nordeste, sendo a maior praça de comercialização da região. O fator qualidade genética  estimula o criador a ir às compras e aumenta a confiança do mercado”,  frisou Silva.

Estimulados pela Expoagro/AL, os setores de reprodução animal, veterinária, melhoramento genético, assistência técnica, pesquisa e consultorias também entram no hall de atividades impactadas pela exposição. Na ovinocultura, a Expoagro tem estimulado a produção interna com espaço de competições e leilões. De acordo com o criador Fernando Chaves, que vai participar da exposição com 35 animais dorper e white dorper,  a Expoagro/AL tem a melhor janela comerical do segundo semestre.

“A  chegada da Expoagro gera sempre muita expectativa  de criadores de fora interessados pelo que vai ser trazido pelo evento. A procura aumenta e  a efetivação desse consumo  se concretiza já nos primeiros dias de exposição”, informou Chves.

De Sergipe, o criador Gustavo Barreto escolheu a  exposição alagoana  para difundir o trabalho com a raça Santa Gertrudis. Há três anos ele participa da Expoagro  e contabiliza  resultados positivos  no escoamento animal. 

“Pela tradição e credibilidade, é um evento que mexe com todo setor. É notável o aquecimento da economia regional devido a esse grande encontro da pecuária nordestina realizado em Alagoas”,  conta.

Cerca de 100 mil pessoas e 1200 animais devem passar pela exposição alagoana que vai exibir rebanhos ovinos, bovinos e equinos.  Nessa edição, curso, julgamentos, exposição de animais e o Campeonato Nacional de Ovinos Dorper devem atrair criadores de estados como São Paulo, Bahia, Rio Grande do Norte e Piauí.



Compartilhe