Rural

Estiagem acende sinal de alerta para usinas


Fonte: Assessoria

22/01/2020 10h18

O presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Alagoas (Sindaçúcar-AL), Pedro Robério Nogueira, declarou que a parada abrupta de chuvas de verão, a partir de novembro passado e a ausência de pluviosidade até o momento estão deixando, por hora, as usinas em alerta.

Segundo o dirigente do setor, existem indicações de precipitações, não confirmadas, de chuvas no final de janeiro e no mês de fevereiro, que se ocorrem poderão regularizar a situação, caso o volume seja suficiente para reverter o quadro.

“A coleta de expectativas colhidas nesta quinzena e sob o efeito da ausência de chuvas nos remete uma estimativa um pouco acima dos 17 milhões de toneladas. Contudo, estamos constatando um rendimento industrial acima da safra passada”, afirmou Nogueira.

A safra 19/20 foi iniciada em agosto do ano passado com a expectativa de que fossem processadas 18 milhões de toneladas de cana. Mas, diante da regularidade das chuvas que estava ocorrendo até novembro, os números foram reavaliados e a estimativa para o ciclo foi elevada para 19 milhões de toneladas de cana.



Compartilhe