Rural

Setor canavieiro é um dos mais atingidos pela pandemia de Covid-19


Fonte: Agrolink

25/03/2020 12h24

Os setores da cana, flores e algodão serão os mais atingidos pela pandemia de coronavírus, segundo informação do diretor da Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), Marcos Fava Neves. De acordo com ele, os produtos orgânicos também estão dentro da lista daqueles serão prejudicados com o Covid-19. 

“A queda no consumo do food service preocupa a cadeia. A comercialização de camarão, por exemplo, teve queda de 80%, mas aumentou 20% nas vendas no varejo”, informou a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), dizendo que está preocupada com a atual situação. 

Segundo um relatório do economista Haroldo José Torres da Silva, do Pecege da Universidade de São Paulo (USP) deve haver uma redução da produção de etanol para 25 bilhões de litros, ou seja, -24% em relação aos níveis da safra 2019/2020. “Essa redução será mais drástica na produção de etanol hidratado, enquanto que o etanol anidro acompanhará o volume de vendas da gasolina”, afirmou o relatório. 

“É inevitável que a redução do preço do petróleo tenha efeito negativo sobre os preços domésticos do etanol: os preços mais baixos da gasolina levarão a um aumento de seu consumo em detrimento do etanol. Aliás, o etanol hidratado vem perdendo competitividade em relação à gasolina nas bombas nas últimas semanas”, completou. 

Para compensar a queda nos preços do petróleo, Haroldo acredita que o setor se apoiará em uma maior produção de açúcar. “O açúcar desfrutou de uma recuperação de preços até meados de fevereiro, com o déficit global dando suporte as cotações”, concluiu. 



Compartilhe