a Especialistas ambientais vão discutir danos de manchas de óleo nas praias | Jornal de Alagoas

Sustentável

Especialistas ambientais vão discutir danos de manchas de óleo nas praias


Fonte: Assessoria

14/10/2019 11h50

O surgimento de manchas de óleo no mar, identificadas como petróleo que seria proveniente da Venezuela, tem preocupado toda a população em decorrência das consequências ambientais, sobretudo em relação à fauna marinha. O problema que afeta todos os estados do Nordeste surgiu há mais de trinta dias e, até então, Alagoas registrou o surgimento de manchas em praias de quinze cidades. Para discutir o problema, os danos e as medidas que devem ser adotadas, a Associação dos Engenheiros Ambientais e Sanitaristas de Alagoas (AESAL) realiza na próxima quarta-feira, dia 16, uma mesa redonda com especialistas. O evento é gratuito e será realizado no auditório do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (Crea-AL), no bairro Farol, a partir das 18 horas. 

"A mesa redonda é uma proposta do projeto 'Café com a AESAL', que foi criado para colocar em discussão temas de interesse da sociedade e que podemos contribuir do ponto de vista profissional. Pontualmente realizaremos o projeto com assuntos em pauta. Este é um evento aberto a toda a população e vamos reunir profissionais gabaritados de Alagoas que têm atuado diretamente no diagnóstico do surgimento das manchas nas praias, na produção de relatórios e também na orientação em relação à adoção de medidas futuras. A mesa tem como tema 'Óleo no mar: uma onda de consequências ambientais' e contará com nomes do IMA/AL, do IBAMA e da UFAL", explica a presidente da AESAL, Liz Araújo. 

Participam do evento o coordenador do Gerenciamento Costeiro do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL), Ricardo César; a professora doutora e pesquisadora da Ufal, Rochana Campos; a analista ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em Alagoas, Cynira França; e o engenheiro sanitarista e ambiental e secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Piaçabucu, Otávio Augusto. 

A programação é gratuita, no entanto os interessados devem se inscrever por meio do link bit.ly/CafeComAESAL. Durante o evento, a AESAL fará a arrecadação de um quilo de alimento por participante para doação a instituições de caridade em Maceió.  

Serviço

O quê: Projeto Café com a AESAL - mesa redonda: no mar: uma onda de consequências ambientais

Quando: quarta-feira, dia 15 de outubro de 2019, às 18 horas

Onde: no auditório do Crea-AL (R. Osvaldo Sarmento, Farol)

Inscrições: gratuitas por meio do link bit.ly/CafeComAESAL



Compartilhe