Turismo e Gastronomia

Maceió ganha novo hotel e já recebe mais turistas que Porto Seguro, na Bahia


Fonte: Agência Alagoas

19/09/2017 15h33

A capital alagoana já recebe mais turistas que a cidade de Porto Seguro, na Bahia, entre os maiores destinos turístico do Nordeste. O dado foi divulgado nesta terça-feira (19) pelo governador Renan Filho, durante a inauguração do hotel Porto Jatiúca, mais um empreendimento turístico instalado em Maceió com investimento de R$ 25 milhões e quase 300 leitos.

De acordo com Renan Filho, o aumento no fluxo de turistas na capital alagoana reflete os investimentos do Governo do Estado em obras de infraestrutura e na redução da violência, bem como os incentivos fiscais concedidos para atração de novos empreendimentos. 

“Acabei de ouvir do diretor-geral da operadora CVC Viagens e Turismo, Clayton Armelin, que Alagoas é um dos únicos estados do país que entrega hotéis novos com a crise, o que é um grande diferencial. Ultrapassamos a cidade de Porto Seguro, que era uma das cidades que mais operava em turismo no Nordeste e recebia mais turistas que quase todas as capitais da região.

Maceió volta a ter o protagonismo que tinha no passado, na década de 1980, e este ano vamos ter o maior crescimento entre todos os destinos turísticos do país. Triplicamos o número de turistas do exterior com novos voos da Argentina e do Uruguai. Isso garante mais passageiros para cá. E temos uma lei de incentivos muito arrojada, que permite que o investimento dos empreendedores em Alagoas seja mais barato em comparação ao investimento em outros estados”, declarou o governador. 

“O Estado incentiva decisivamente. Alagoas tem um incentivo no Prodesin, que desonera de ICMS o ativo imobilizado, ou seja, na construção deste hotel, o computador, a luminária, o ar condicionado tiveram redução de ICMS, o que reduz bastante o custo do investimento para o empreendedor. Outros estados não fazem isso. Além disso, temos uma desoneração para o combustível de avião que reduz o custo da chegada do passageiro e isso incentiva grandes operadoras de turismo como a CVC, que é a maior do Brasil e tem hoje em Maceió o seu principal destino. No ano passado, a CVC trouxe para Alagoas 220 mil passageiros e este ano vai trazer 260 mil”, revelou Renan Filho.

A redução nos números da violência em Alagoas, na avalição do governador Renan Filho, também interfere diretamente no aumento do fluxo de turistas para a capital alagoana e para municípios como Maragogi, Japaratinga e Penedo. 

“Nós tiramos Maceió no noticiário nacional da violência urbana. Ontem mesmo, várias matérias em cadeia nacional sobre a violência em outros estados do Nordeste. No mês de agosto, Pernambuco teve o mês mais violento dos últimos dez anos. Em julho, Alagoas teve a maior redução nos números da violência nos últimos dez anos. Alagoas é hoje um dos únicos estados do Nordeste que reduz violência em assaltos a estabelecimentos comerciais, ao transporte coletivo, em uma redução que chegou a 80% em alguns meses em relação ao ano passado. Nos próximos meses, vamos lançar a polícia do bairro, que vai levar mais segurança para o Centro de Maceió, ao comércio do Jacintinho e para a orla, garantindo uma cidade mais segura para o alagoano e, consequentemente, melhor para o turista”, lembrou Renan Filho. 

Infraestrutura

O governador Renan Filho destacou ainda os efeitos dos investimentos do Estado na recuperação e implantação de rodovias na atração de turistas e de novos empreendimentos para Alagoas.

“Entre os investimentos em infraestrutura, temos obras importantes como os Eixos Viários do Quartel e do Cepa, que vão desafogar o trânsito na Fernandes Lima, o viaduto da Polícia Rodoviária Federal, a Alça da Flamenguinha, a rodovia que liga o aeroporto à AL-101 Norte, que vai evitar que o turista que segue para aquela região tenha que entrar em Maceió, além do aeroporto de Maragogi, que está começando a sair do papel, finalmente", destacou. "Tudo isso tem tornado Alagoas um Estado muito interessante para o investimento no turismo, com nossas belezas, a hospitalidade do nosso povo e os avanços em políticas públicas que o Estado tem colhido ao longo dos últimos dois anos e meio. Tudo isso tem ajudado Alagoas a avançar no turismo mesmo na crise. Quando a crise se dissipar, nós vamos crescer ainda mais”, completou.

Qualidade

A relevância das ações do Estado na melhoria da infraestrutura para o fortalecimento da atividade turística em Alagoas também foi destacada pelo presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Alagoas (ABIH-AL), Mauro Vasconcelos. 

“O crescimento do mercado de turismo está totalmente ligado ao aumento e melhoria da infraestrutura do Estado. Para que mais hotéis venham, é preciso ter uma qualidade de infraestrutura que esteja preparada para receber esse volume de turistas. Então, a melhoria das estradas favorece o turismo regional, para que o turista conheça outras localidades fora da capital. A redução de impostos para o aumento no número de voos também é fundamental, já que 90% dos nossos turistas chegam ao Estado de avião. Quanto mais voos, com melhores condições, maior a possibilidade de atrairmos mais turistas. A gente vê com muita alegria essa sintonia entre o investimento em infraestrutura em todo o Estado, do Governo com as prefeituras e a iniciativa privada. Isso faz com o que possamos colher os bons resultados que temos visto”, avaliou Vasconcelos. 



Compartilhe