Turismo e Gastronomia

Turismo cresce em Maragogi e novos investimentos chegam ao município


Fonte: Jornal de Alagoas com Agência Alagoas

19/03/2018 08h00

Os atrativos naturais de Maragogi no litoral Norte de Alagoas, encantam os olhos de quem vê. As praias, as trilhas e os recifes de corais, que formam piscinas em meio ao atlântico, proporcionam uma experiência que atrai a atenção de todo o mundo cada vez mais. Esse fluxo de turistas tem despertado o interesse de empresários nacionais e internacionais. Novos empreendimentos foram inaugurados na cidade no último ano e para os próximos cinco anos, a previsão é que cinco novos grandes hotéis sejam construídos, segundo levantamento da Secretaria Municipal de Turismo, gerando novas oportunidades de emprego e renda para a população.

Um dos empreendimentos inaugurados na cidade é o primeiro zoológico interativo do Brasil. À frente do empreendimento, empresário Uily Oliveira conta que deixou o Rio de Janeiro para investir em Alagoas. 

“Vi uma oportunidade muito boa em Maragogi com relação ao turismo porque dura o ano todo. As belezas naturais são incontestáveis, a qualidade de vida é grande, a segurança é ótima. A gente viu uma oportunidade de fomentar ainda mais o turismo na cidade, trazendo um outro produto a cidade, sendo algo diferenciado”, explica Uily Oliveira que com seu empreendimento gera cinco novos postos de trabalho na cidade e já contabiliza mais de mil visitantes em dois meses de funcionamento.

A expansão do fluxo de turistas também é percebida pelos empresários que já estão na cidade, fazendo com que eles façam novos investimentos em seus empreendimentos. É o caso do empresário Murilo Loureiro que, somente no último ano, expandiu seu hotel com oito novos quartos, um restaurante e um espaço maior para lazer. “O fluxo de turistas está cada vez maior, no último ano crescemos 30% em números de hóspedes. A gente contratou pelo menos vinte novos funcionários no último ano”, conta.

O empreendimento gerenciado por Rilson do Carmo Nascimento também expandiu em infraestrutura e gerou quatorze novos postos de trabalho. “Ano passado a gente contava com 70 funcionários. Hoje são 84. Esse aumento se deu pelo aumento na demanda de clientes, principalmente com as ferramentas de vendas online, onde a gente cresceu bastante em fluxo de turistas e também pela expansão da estrutura física do empreendimento. Tivemos que aumentar o quadro para dar conta da demanda”, explica.

Vanderlan Silva Acioli, de 36 anos, é um dos funcionários recém-contratados pelo empreendimento. “Fui contratado há um mês e trabalho como garçom. Antes daqui trabalhava em um provedor de internet, sendo técnico da empresa. Hoje ganho melhor e tenho uma qualidade de vida melhor, tenho mais tempo com a família. Tenho três filhos, sou casado e o que ganho aqui garante o sustento de toda a minha família. O turismo é o que tá crescendo e o que tá empregando aqui na região”, conta.

Com os bons resultados, Rilson conta que o receptivo gerenciado por ele ganhou novos atrativos para os turistas, como o Espaço Mar que conta história e dá detalhes da vida marinha da APA Costa dos Corais, a Área de Proteção Ambiental que abrange Maragogi e todo o litoral norte alagoano. “Nós só tínhamos um box pra loja, hoje nós temos cinco. Além disso implantamos um ambulatório, com enfermeiras plantonistas visando atender os clientes”.

Quem cresceu junto com o empreendimento foi o atendente de caixa, Paulo Henrique Rodrigues da Silva. Com 30 anos de idade, ele tem doze anos de serviços prestados à empresa. “Estou aqui há doze anos. Comecei trabalhando como garçom e depois fui sendo promovido, hoje sou caixa. Fiz cursos na própria empresa de atendimento. Entrei sem experiência alguma e fui aprendendo com o tempo. Pra gente aqui da região o turismo é o carro-chefe quando se refere a emprego. Construí minha casa, vivo bem com meu salário, nosso custo de vida é baixo. Além disso pude abrir meu próprio negócio, minha mulher toca um correspondente bancário em nosso bairro que também é fruto do meu trabalho”, revela.

O mergulhador Tyago Araújo Carmo, de 28 anos, também sempre viveu do turismo em Maragogi e conta que buscou uma qualificação na área visando melhores salários. “Sou mergulhador há oito anos, mas trabalhei com turismo a minha vida toda, já exerci várias atividades. Procurei fazer um curso para poder exercer a profissão de mergulhador, para ganhar um pouco melhor. Somos comissionados, quantos mais mergulhos, melhor o salário”, explica.

A Secretaria de Turismo de Maragogi não tem os dados finais sobre a geração de emprego nesta alta temporada, porém, Thereza Dantas, secretária municipal, conta que serão expressivos. “Os números totais de geração de emprego ainda não foram fechados porque a alta temporada ainda está acabando, mas com certeza serão muito expressivos. A gente sempre tem um alta procura de empregos nessa época. Por exemplo, só um restaurante do centro da cidade dobra o número de empregados para atender a demanda e isso acontece com boa parte dos hotéis e restaurantes daqui”, explica.

Iniciativas para consolidar e preservar o Destino

Juntos, o executivo Estadual, a iniciativa privada e o poder público Municipal têm tomado iniciativas para fomentar o fluxo de turistas, promover o Destino e preservar os recursos naturais que garantem muitos dos atrativos de Maragogi. No último ano, um dos resultados dessa parceria foi o aumento de 320% no fluxo de passageiros internacionais no Aeroporto Zumbi dos Palmares que gerou uma grande demanda de estrangeiros em Maragogi.

“O grande diferencial dessa alta temporada está sendo o crescimento do fluxo de turistas internacionais que é fruto de trabalho em conjunto entre Prefeitura, Governo do Estado e Costa dos Corais Convention com a intensa divulgação do destino em feiras internacionais na América do Sul e nas nacionais no Sul e Sudeste. Tanto que nós intensificamos o trabalho de capacitação. Em março os sete atendentes do CAT (Centro de Atendimento do Turista) iniciam um curso instrumental de espanhol de seis meses. O objetivo é que na próxima temporada toda a equipe esteja capacitada para atender essa demanda”, conta a secretária de turismo de Maragogi, Thereza Dantas.

À frente da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), Rafael Brito  conta que o trabalho em conjunto entre poder público e iniciativa privada tem gerado bons frutos para toda a cadeia produtiva do turismo.

“Em 2017 nós recebemos 310 mil turistas somente pela CVC, maior operadora de viagens da América Latina. Além disso, triplicamos o número de turistas estrangeiros no Estado. Todas essas conquistas fortalecem a cadeia produtiva do turismo, ainda mais em municípios pequenos como Maragogi, que é consolidada como nosso segundo destino turístico, perdendo apenas para a Capital. Dando continuidade ao trabalho, em parceria com trade turístico e municípios, estes números continuarão crescendo já que teremos novos voos provenientes dos principais mercados emissores nacionais e internacionais, fortalecendo toda a economia do Estado e consolidando o turismo como um grande celeiro de empregos e oportunidades para os alagoanos”, conta Rafael Brito.



Compartilhe