Turismo e Gastronomia

Gastronomia alagoana brilha no prêmio Prazeres da Mesa 2018


Fonte: Agência Alagoas

20/06/2018 08h45

Todos os alagoanos indicados ao prêmio Melhores do Ano de 2018 da Revista Prazeres da Mesa saíram como vencedores na premiação que aconteceu na noite desta segunda-feira (18) no Memorial da América Latina, em São Paulo. Com indicações nas categorias melhor restaurante do Nordeste, melhor banqueteiro do ano e melhor restaurante de comida brasileira, Alagoas saiu como grande vencedor da premiação.

Os alagoanos vencedores foram o restaurante Divina Gula, como melhor restaurante do nordeste, o restaurante Akuaba, como melhor restaurante de cozinha brasileira e o chefe de cozinha Wanderson Medeiros, como melhor banqueteiro do ano. A indicação ao prêmio é feita por especialistas em gastronomia de todo o país, já a votação é popular e online.

Para o chefe de cozinha Jonatas Moreira, do restaurante Akuaba, o prêmio reconheceu o nível de excelência da gastronomia alagoana. “Nós ficamos muito felizes com esse reconhecimento. Esse trabalho começou com meus pais e hoje é tocado por mim e minha irmã. Foi a primeira vez que fomos indicados nessa categoria e saímos vencedores. A responsabilidade aumenta com mais este reconhecimento e é muito bom para Alagoas, até porque desperta a curiosidade das pessoas em conhecer a nossa gastronomia”, ressalta.

 

A jornalista alagoana especialista em gastronomia, Nide Lins, explica que a gastronomia do Estado se destaca a nível nacional. “Acho que o prêmio é mais que merecido. Ele está atrasado, inclusive. Há dez anos, a nossa gastronomia tinha pouco espaço. Do nordeste, a gente ouvia falar só de Salvador e Recife. Atualmente nós somos reconhecidos no país, a gente tem uma identidade cultural muito forte, com ingredientes da terra como coco, camarão e sururu”, aponta Nide Lins.

Um dos diferenciais apontados por Nide Lins para a vitória dos alagoanos é que, em sua produção, os chefes do Estado inovam ao usar ingredientes típicos da terra na gastronomia contemporânea. “Jonatas é um chefe contemporâneo, utiliza técnicas da gastronomia criativa usando os ingredientes alagoanos. O Picui é uma cozinha regional, utilizando a tapioca, as ostras, a carne de sol e os queijos manteiga e coalho. Isso não era comida de Buffet no passado e atualmente o trabalho dele é um dos mais desejados do país. Já o Divina Gula, que existe há trinta anos, tem o chefe André que é pioneiro e é considerado melhor restaurante de Alagoas. Todos eles fazem uma cozinha de excelência, mais focado em alimentos naturais e com menos química”, explica.

Alagoas também foi destaque fora do Prêmio “Melhores do Ano". Isso porque a revista Prazeres da Mesa, organizadora do evento, também entregou o certificado “Prêmio Melhores do Vinho 2015” a dois restaurantes alagoanos, o Maria Antonieta, que ganhou pela sexta vez consecutiva, e o Divina Gula, na categoria Grande Prêmio de Excelência.

Gastronomia: mais um produto turístico

Em um Estado pleno de belezas naturais como Alagoas, a gastronomia também é reconhecidamente um atrativo turístico. Por isso, o governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), fomenta festivais gastronômicos ao longo do ano, visando também diversificar os atrativos turísticos e vencer a sazonalidade do setor.

“Este reconhecimento incrível com todos os alagoanos vencendo os prêmios da revista Prazeres da Mesa é mais uma prova do quanto nossa gastronomia é de excelência e será certamente mais um incentivo às pessoas a nos visitarem. Em um Estado pequeno como o nosso, temos um leque vasto com chefes reconhecidos dentro e fora do país, nas mais diversas especialidades, isso é um diferencial e tanto para o Destino Alagoas”, ressalta o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito.



Compartilhe