Geral

Governo vai prorrogar isolamento por mais 10 dias em AL


Redação
Fonte: Jornal de Alagoas com TV Gazeta, G1, Gazetaweb e Sesau

28/05/2020 23h15

A possibilidade de reabertura gradual de setores que estão fechados em Alagoas, a exemplo de shoppings, comércio e serviços foi descartada pelo secretário de Saúde de Alagoas. Em entrevista nesta quinta-feira (28), Alexandre Ayres antecipou que a previsão é de que o novo decreto, que deve ser editado até o sábado (30) prorrogue as atuais medidas de isolamento social.

Segundo Ayres, o atual decreto, que vale até próximo domingo (31) deve ser prorrogado por mais 10 dias ou 15 dias. O decreto atual (veja aqui) proíbe, além do funcionamento de várias atividades, aglomerações e o acesso a praias e calçadores.

De acordo com Alexandre Ayres, a possibilidade da retomada gradual do comércio está sendo discutida com a comunidade médica e a sociedade civil organizada. “Vamos estudar novas medidas para serem tomadas em junho”, afirmou.

A Sociedade Alagoana de Infectologia havia recomendado ao governo de Alagoas o bloqueio total ou lockdown na Região Metropolitana de Maceió, formada por 13 municípios, mas o governo decidiu manter as medidas anteriores, alegando a necessidade trabalho faz camadas mais pobres da população e o bom desempenho do isolamento social em Alagoas. O Estado tem se mantido, nas últimas semanas entre os melhores, no índice de isolamento social da In Loco.

O atual decreto estabelece regras mais rígidas nas fiscalizações, além do uso obrigatório de máscaras nas vias públicas e em quaisquer estabelecimentos, públicos ou privados.

Curva

Em entrevista à TV Gazeta, Alexandre Ayres, disse na tarde desta quinta-feira (28) que a curva de transmissão do novo coronavírus em Alagoas deve crescer fortemente pelos próximos 20 dias.

O secretário alertou ainda que o Hospital da Mulher, referência no tratamento da Covid-19 no estado, deve atingir a capacidade máxima de leitos clínicos e de UTI no fim de semana e alertou para uma sobrecarga em toda a rede estadual de saúde.

“Segundo os especialistas da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), que estão acompanhando os dados epidemiológicos com muita atenção, os próximos 20 dias serão de aumento na curva”, alertou Ayres na entrevista.

“Temos observado que, nos últimos dias, os números têm ultrapassado a média diária de 400 casos. Isso é decorrente da ampliação da testagem – seja no Lacen seja nos municípios e nas centrais de triagem por meio dos testes rápidos –, mas também do avanço da transmissão do vírus”, afirmou o secretário

Ayres atribui o crescimento dos casos confirmados de Covid-19 ao aumento da testagem e ao desrespeito de parte da população às regras de isolamento social. “Temos percebido e identificado que uma parte dos cidadãos ainda insiste em desconhecer a gravidade do vírus. Isso faz com que a transmissão em Alagoas aumente cada vez mais”.

Quanto maior a taxa de transmissão do novo coronavírus, maior o risco da rede hospitalar colapsar, alerta Ayres “O Hospital da Mulher tem trabalhado com a sua capacidade total”, disse.

Segundo Alexandre Ayres a abertura de novos leitos tem atenuado a situação. “Todos os dias nós temos buscado novas oportunidades para ampliar o número de leitos clínicos e de UTI para a população. Inclusive, para que o Hospital da Mulher aumente a capacidade de leitos de UTI, nós destinamos cinco dos quinze respiradores que chegaram do Ministério da Saúde”, anunciou.

Para ver a entrevista de Ayres na TV Gazeta, acesse este link: Alagoas deve ter mais 20 dias de aumento da curva de transmissão do coronavírus, diz secretário

 

Alexandre Ayres em entrevista na TV Gazeta - Foto: Reprodução


Compartilhe