Geral

Campanha de combate ao trabalho infantil durou todo o mês de junho em AL


Fonte: Ascom Seades

30/06/2020 11h00

A Campanha 12 de Junho - Dia Mundial e Nacional contra o Trabalho Infantil foi desenvolvida durante todo o mês de junho nos 102 municípios do estado. Diferentes instâncias da sociedade participaram da jornada e articularam várias ações de conscientização da população no combate ao trabalho de crianças e adolescentes. Este ano, a Campanha teve o mote “Covid-19: agora mais do que nunca, protejam crianças e adolescentes do trabalho infantil”.

A coordenação da Campanha ficou a encargo da Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) e do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação doTrabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador (FETIPAT/AL). Ao lado deles, também participaram a Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh), o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

Nos municípios, foram colocadas faixas nas barreiras sanitárias; distribuídas máscaras de tecido com a arte da Campanha; decorados espaços públicos com o “cata-vento”, símbolo da luta contra o trabalho infantil. Realizaram-se atividades de capacitação de forma remota e se divulgaram gravações de vídeos dos técnicos do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), da Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Aepeti) e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

Técnicos de referência municipal do Programa de Erradicação do Trabalho infantil (Peti) e do CREAS articularam, com a rede de proteção de crianças e adolescentes, a divulgação das artes da Campanha nas redes sociais dos órgãos e entidades participantes. Além da veiculação em rádios e páginas da Internet das ações contra o trabalho infantil.

O FETIPAT/AL realizou diferentes atividades voltadas à Campanha. Entre elas, pode-se destacar a participação na abertura do Simpósio Nacional de Fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos, cuja pauta foi o papel do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI) e dos Fóruns Estaduais no combate ao trabalho infantil; a realização de lives semanais com seus membros colegiados; a concessão de entrevistas a TV e rádio, e a divulgação de cards, vídeos e podcasts em redes sociais do Fórum e das entidades-membro do FETIPAT/AL. 



Compartilhe