Geral

Governo autoriza contratação de empresas para cinco concursos


Redação
Fonte: Agência Alagoas

12/01/2021 20h03

A autorização para a contratação das empresas que ficarão responsáveis pela realização de novos cinco concursos públicos em Alagoas será publicada na edição desta quarta-feira (13) do Diário Oficial do Estado (DOE). O anúncio foi feito pelo governador Renan Filho, na tarde desta terça (12), em transmissão ao vivo pelo Instagram. No total, serão oferecidas 4.745 vagas. A previsão para o lançamento dos editais é entre abril e junho deste ano.

Renan Filho afirmou que as empresas ficarão responsáveis pela elaboração dos concursos públicos voltados às polícias Civil (PC) e Militar (PM), ao Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL), à Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e à Procuradoria Geral do Estado (PGE).

“O Governo de Alagoas enfrenta o desafio de realizar concursos públicos em todas as áreas para melhorar as políticas públicas prestadas pelo Estado e oferecer oportunidades às pessoas”, disse o governador, durante a transmissão.

De acordo com a Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), serão 1.060 vagas para a PM, sendo 1.000 para soldado combatente e 60 para oficial combatente; e 170 para o CBMAL, sendo 150 para soldado combatente e 20 para oficial combatente. Para as duas corporações, o grau de escolaridade exigido será o ensino médio completo, tanto para soldado quanto para oficial.

A Seduc ofertará 3.000 vagas para o cargo de professor. Já o concurso para a PC destinará 500 vagas, sendo 368 para o cargo de agente e 132 para escrivão. Por fim, a PGE oferecerá 15 vagas destinadas ao cargo de Procurador do Estado. Nestes três certames, o nível de escolaridade exigido será o superior completo.

“Estamos conseguindo fazer valer a vontade das pessoas, mesmo em meio a um cenário tão desafiador”, destacou Renan Filho, garantindo que o Governo do Estado promoverá outros concursos públicos como, por exemplo, para agentes penitenciários e para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).



Compartilhe