Geral

Governador anuncia novo decreto na Sexta-feira Santa


Redação
Fonte: TNH1

29/03/2021 17h37

A Sexta-feira Santa deste ano será também dia de o governo do estado atualizar as medidas editadas no último dia 16, que determinou toque de recolher e fechamento do comércio nos finais de semana em todo o estado. 

A expectativa é que, com o feriado da Páscoa, o governador poderá antecipar algumas medidas do novo decreto, mas pelo menos na coletiva desta segunda-feira, 29, onde anunciou a construção de escolas no interior do estado, afirmou que não há nada definido, e que ainda hoje se reúne com o  secretário de Saúde, Alexandre Ayres e equipe técnica, para decidir o que vai acontecer nos próximos dias.

"O decreto [de 16 de março] foi muito importante. Por um lado, o Estado constrói leito, e por outro o cidadão colabora, porque só assim vamos sair dessa situação. Em Abril teremos forte avanço na campanha de vacinação, precisamos de mais alguns dias para sentir os efeitos dessa vacinação. Provavelmente ainda não vamos [voltar para a fase laranja]. Não posso adiantar o novo decreto porque vou falar com o setor da saúde, os setores produtivos e todos os órgãos competentes. Tivemos crescimento de mortes e a ocupação hospitalar no estado ainda está com mais de 80%. Ainda não é prudente e nem razoável voltar à fase laranja. Somos um dos poucos estados do Brasil a não colapsar", disse o governador, ainda indeciso de como vai tratar o feriado. 

"Feriado tem sido avaliado de duas maneiras. Por um lado ele tende a ter aglomeração de pessoas, mas em outros lugares eles tendem a diminuir, com a redução de transportes. Vou conversar um pouco com as prefeituras também para ver qual modelo seria mais eficaz. Mas durante a semana santa é fundamental que todos mantenham o distanciamento e todos os cuidados", disse.

Hospital de Campanha

Nesta terça-feira, 30, será reaberto o hospital de campanha, no Centro de Convenções, no bairro de Jaraguá. Serão mais 150 leitos clínicos para pacientes com Covid. "Pela primeira vez nos últimos dias a gente observou a taxa de ocupação [de leitos de UIT) começar a baixar. Amanhã o estado vai reinaugurar o hospital de campanha, para dar mais segurança à população para se eventualmente algo acontecer. O maior problema nos estados é a fila, as pessoas sem ter acesso aos leitos. Aqui em Alagoas temos trabalhado duro para ampliar o número de leitos", disse o governador.

 

 



Compartilhe