Geral

Estado registra mais 246 casos e 17 óbitos pela covid-19


Redação
Fonte: Agência Alagoas

03/05/2021 17h16

O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), desta segunda-feira (03/05), confirma mais 246 novos casos de Covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o estado tem um total de 175.415 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 3.090 estão em isolamento domiciliar. Outros 167.339 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença.Há 9.777 casos em investigação laboratorial. Foram registradas 17 mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 4.275 óbitos por Covid-19.

Óbitos

No boletim desta segunda-feira (03), mais 17 mortes foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus, sendo seis vítimas da capital alagoana e 11 do interior do Estado. As vítimas de Maceió eram três homens de 31, 47 e 80 anos, além de três mulheres, sendo duas de 48 e uma de 74 anos. Em relação às 11 vítimas que residiam no interior do Estado, eram sete homens de 37, 40, 52, 69, 75, 76 e 80 anos, além de quatro mulheres de 55, 71, 78 e 79 anos.

Confira o perfil e a localidade de cada vítima (aqui)

Leitos de Covid-19 no Estado 

Dos 1.411 leitos criados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para atender, exclusivamente, pacientes com suspeita e confirmação de infecção pelo novo coronavírus, 672 estavam ocupados até às 16 horas do domingo (02/05), o que corresponde a 48% do total. Atualmente, 285 pacientes estão em leitos de UTI, sete ocupando leitos intermediários e 380 em leitos de enfermaria.

Atualização da vacinação

Atualização desta segunda-feira (03), da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), por meio do Programa Nacional de Imunização em Alagoas (PNI/AL), e apoio técnico do Conselho Municipal de Secretarias de Saúde de Alagoas (Cosems/AL), mostra que 663.019 doses das vacinas contra a Covid-19 foram aplicadas em Alagoas.

São 454.721 pessoas vacinadas com a primeira dose e 208.298 já imunizadas com a segunda dose.

 



Compartilhe