Municípios

Supermercados alagoanos venderam 31,38% a mais em maio, diz Sefaz


Fonte: Gazetaweb

29/06/2020 16h30

Os supermercados alagoanos venderam 31,38% a mais em maio deste ano em comparação com o mesmo período de 2019. É o que mostra o balanço do movimento econômico em Alagoas, divulgado pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), e que leva em conta a emissão de notas fiscais.

Os números da economia alagoana evidenciam novos hábitos de consumo da população. Logo abaixo dos supermercados, os medicamentos apresentaram alta nas vendas em maio, foram 20,92% a mais do que no mesmo mês de 2019. Material de construção foi o outro item que teve alta nas vendas, 11,65%. 

Os números negativos ficaram por conta do setor de vestuário, que retraiu 81,55%, lojas de departamento, eletroeletrônico e móveis que tiveram queda de 69,66% e combustível, que teve 22,58% de queda nas vendas.

A perda de arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) ficou em 21% em maio no estado, mas, segundo afirmou o secretário de Estado da Fazenda, George Santoro, ao jornal Valor Econômico, o prejuízo deve recuar para 10% em junho.

Ao jornal gazetaweb, o secretário também declarou: "Posso dizer que o pior já passou". O secretária ponderou ainda que a recuperação de outros setores será vital para a retomada da economia alagoana. "Poderemos ter muito impacto ainda se o turismo não voltar minimamente em razão da pandemia. Há grande preocupação para garantir segurança em relação à saúde e, por isso, estamos em um momento delicado de decidir como será a reabertura".



Compartilhe