Nacional

Eleições têm 30 candidatos presos e 1,7 mil urnas trocadas


Fonte: TNH1

15/11/2020 18h40

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) informou que até as 13h14 deste domingo (15) 30 candidatos foram presos em oito estados do país. Segundo o tribunal, foram substituídas 1.700 urnas. O boletim foi divulgado às 14h. Ao longo do dia, o tribunal divulgará atualizações de ocorrências em todo país.

O nome dos candidatos, cargos que concorrem e onde aconteceram as prisões não foi informado. As prisões aconteceram em: Minas Gerais (8), Goiás (2), Paraíba (1), Sergipe (9), Mato Grosso do Sul (1), Pernambuco (2), Paraná (5), Rio de Janeiro (2).

Os crimes foram de corrupção eleitoral, boca de urna, uso de alto-falante e divulgação de propaganda eleitoral. Essas práticas são proibidas no dia da eleição.

Além desses candidatos, outras 36 pessoas foram presas por crimes eleitorais. Segundo os dados do TSE, as urnas trocadas representam 0,38 % do total de 400 mil equipamentos disponibilizados para eleição. Neste domingo, eleitores dos 26 estados votam para candidatos a prefeito e vereadores de suas cidades. As votações acontecem das 7h às 17h.

Em São Paulo foram substituídos 315 equipamentos, no Rio, 295 urnas e em Minas Gerais, outras 207. Não há registros de seções com votação manual.
Pela manhã, o aplicativo e-Título teve instabilidade e eleitores reclamaram da demora para acessar ao sistema.



Compartilhe