Negócios

Vendas de veículos novos crescem mais de 12% em Alagoas


Fonte: Gazetaweb.com

04/07/2020 14h00

Pouco menos de um mês depois de o governo flexibilizar o funcionamento de concessionárias de automóveis em Alagoas por causa da pandemia da Covid-19, s vendas de veículos novos no estado registraram aumento de 12,29% na passagem de maio para junho, segundo levantamento divulgado nesta semana, pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores. 

De acordo com os dados, foram comercializados no Estado no mês passado 813 unidades - incluindo automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas e implementos rodoviários. 

Em maio, quando o setor estava fechado por causa do decreto de isolamento social, as vendas tinham atingindo 724 unidades. Por segmento, o setor de automóveis e comerciais leves (picapes e furgões) registrou uma alta de 24,83% na passagem de maio para junho. Apesar do aumento de um mês para o outro, a venda de veículos novos ainda está longe do registrado em junho do ano passado. O levantamento da Fenabrave mostra uma retração de 49,31% em junho, na comparação com o mesmo mês do ano passado. No segmento de comerciais leves, a queda nessa base de comparação foi de 48,1%. No acumulado do ano, a venda de veículos novos em Alagoas registra uma retração de 40,27% - recuando de 11.806 unidades de janeiro a junho do ano passado, para 7.052 no mesmo período deste ano.

 Para o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr, a pandemia do coronavírus, iniciada na segunda quinzena de março, impactou negativamente no balanço do primeiro semestre do setor. "A queda já era esperada, em função do atual cenário, considerando os efeitos da pandemia do Covid-19, que obrigou o fechamento do comércio e o isolamento social durante longo período", ressalta. "Mas, quando avaliamos o mês de junho, na comparação com maio deste ano, já observamos uma expressiva melhora, explicada pelo retorno das atividades dos Detrans, principalmente, em São Paulo, que representou 32,1% das vendas nacionais, e da reabertura das concessionárias, para vendas", explica.

Segundo Alarico Assumpção, as vendas de junho refletem possíveis vendas represadas e realizadas em maio, mas também revela a melhora nos índices de confiança por parte do consumidor e empresários, "principalmente, em segmentos como de caminhões e motocicletas, que só não tiveram resultados melhores pela falta de produtos, já que as montadoras estão retomando a produção aos poucos e ainda de forma reduzida", comenta. Em Alagoas, de acordo com o levantamento da Fenabrave, as vendas de motocicletas recuaram 17,62% na passagem de maio para junho, e 60%,46 em junho, na comparação com o mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano, o segmento registra uma retração de 46,75%.



Compartilhe