Polícia

Exame de DNA confirma autoria do crime de estupro contra funcionária em Maceió


Fonte: G1

30/06/2020 15h10

A Polícia Civil de Alagoas informou nesta terça-feira (30) que um exame de DNA comprovou que o material biológico encontrado nas roupas da mulher estuprada dentro da loja em que trabalhava é compatível com o do homem preso pelo crime no Terminal Rodoviário João Paulo II, em Maceió.

O resultado é fruto do trabalho realizado pelo Instituto de Criminalística. O inquérito foi concluído e o suspeito foi indiciado.

O crime aconteceu no dia 8 de junho. O homem abordou a mulher na porta do estabelecimento no início da manhã e a ameaçou com uma faca. Depois ele levou a vítima para dentro do estabelecimento, estuprou e a trancou em uma sala. Após o ato, o homem roubou aparelhos de telefone e computadores do local.

A polícia divulgou imagens do suspeito, feitas por câmeras de segurança. Ele foi localizado e preso no Terminal Rodoviário no bairro do Feitosa no dia seguinte, em uma ação da Delegacia de Roubos da Capital (DERC) e da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), quando tentava sair da cidade. A polícia achou na casa dele as roupas usadas no crime. 



Compartilhe