Polícia

PF cumpre mandado em escritório de advocacia em Maceió


Fonte: Cada Minuto

09/09/2020 10h00

Uma nova fase da operação Lava Jato foi deflagrada pela Polícia Federal no Rio de Janeiro contra uma fraude que desviou pelo menos R$ 150 milhões de instituições do Sistema S. Os alvos da operação são escritórios de advocacia e em Maceió, agentes da PF foram vistos em um escritório no The Square, na Antiga Amélia Rosa. 

A operação é baseada em uma delação premiada de Orlando Diniz, ex-presidente da Fecomércio-RJ. O Ministério Público Federal (MPF) não divulgou todo os locais dos mandados que serão cumpridos, mas os alvos estão concentrados nos estados de Rio de Janeiro e São Paulo, além do Distrito Federal. 

A Lava Jato apurou que as entidades do Sistema S teriam destinado pelo menos metade do seu orçamento anual a contratos com escritórios de advocacia.

A força-tarefa aponta que a Fecomércio-RJ gastou R$ 355 milhões a pretexto de advocacia, "por serviços supostamente prestados", dos quais "ao menos R$ 151 milhões foram desviados".

Ao todo 50 mandados estão sendo cumpridos. A Superintendência da PF em Alagoas ainda não se manifestou sobre a operação. 

*Com informações do G1 Rio de Janeiro. 



Compartilhe