Política

Senador alagoano lidera índice de aprovação de projetos


Fonte: Blog do Edivaldo Júnior

10/02/2020 10h26

O levantamento do (M)dados, núcleo de análise de grande volume de informações do Metrópoles, mostra que o índice de produtividade, ou seja, a transformação das propostas em leis pelos parlamentares no Senado Federal, gira em torno de 5%.

Embora os senadores tenham apresentado 5.211 projetos de lei em 2019, pouco mais de 5% deles, 267, foram efetivamente aprovados pela Casa.

Segundo o (M)dados, quem atingiu o maior índice de conversão de projetos, 21%, foi o senador Renan Calheiros (MDB-AL), com 3 das suas 14 proposituras aprovadas.

Além dele, o presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP), Roberto Rocha (PSDB-MA) e Antonio Anastasia (PSDB-MG) ficaram acima dos 10%.

Em retrospecto, em 2011 e 2015 (anos de início de legislatura) a média foi, respectivamente, de 62% e 8,97%. Em 2011, assumiam os 54 senadores eleitos na eleição de 2010 (54ª legislatura) e, em 2015, os 27 que saíram vitoriosos do pleito de 2014 (55ª legislatura).

No primeiro ano do comparativo, os senadores apresentaram bem menos matérias: 831. Em compensação, conseguiram fechar 2011 com 517 delas já aprovadas.

Depois, em 2015, houve um salto no número de projetos, que atingiram a marca de 4.760. Dessas, 427 tiveram suas tramitações concluídas até o final daquele ano.



Compartilhe