Política

Mansueto é exonerado do Tesouro; Bruno Funchal assume


Fonte: O Globo

15/07/2020 08h15

O Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira oficializou a exoneração do economista Mansueto Almeida do cargo de secretário do Tesouro Nacional. A saída de Mansueto foi anunciada há cerca de um mês.

Para o seu lugar, o governo nomeou o atual diretor de programa da Secretaria de Fazenda Bruno Funchal.

Funchal assumiu o Tesouro mais rápido que o inicialmente previsto. Antes, o Ministério da Economia esperava que ele só assumisse o cargo oficialmente no fim do mês.

O economista Bruno Funchal foi secretário de Fazenda do Espírito Santo em 2017 e 2018, estado considerado um dos principais exemplos de cuidado com as contas públicas. Na Economia, era responsável por acompanhar as relações com governadores e prefeitos.

Foi um dos articuladores da proposta de socorro a estados e municípios por conta da pandemia, que gerou atritos entre o governo e o Congresso. Por meio desse projeto, a Economia irá liberar R$ 60 bilhões para os governos regionais.

Funchal também participou da elaboração da proposta do novo Pacto Federativo, apresentado pelo governo no fim do ano passado e em discussão no Congresso.

Funchal é formado em economia pela Universidade Federal Fluminense. É doutor pela Fundação Getulio Vargas, com pesquisa de pós-doutorado conduzida no Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada e professor titular da Fucape Business School. Faz parte do Conselho Fiscal da Caixa Econômica Federal.

Servidor de carreira do Ipea, Mansueto estava no governo desde 2016, ainda na gestão Michel Temer. Depois de cumprir quarentena, ele irá para a iniciativa privada.

 

 
 
 


Compartilhe