Política

MDB AL inicia dissolução do diretório em Arapiraca


Fonte: Blog do Edvaldo Júnior

18/09/2020 10h30

Nesta sexta-feira (18), o jornalista Edivaldo Júnior publicou em seu blog sobre nota do diretório estadual do MDB, divulgada na última quarta-feira (16), onde informa que, pela primeira vez na história a legenda não terá candidatos em Arapiraca.

De acordo com a publicação, na mesma nota, a Executiva antecipou que seria encaminhada “a dissolução do atual Diretório Municipal de Arapiraca, conforme autoriza a lei, para restabelecer a credibilidade e integridade do partido no município.”

Nessa quinta-feira (17), um dia depois do desfecho “inesperado”, o MDB Alagoas instaurou “procedimento de dissolução do Diretório Municipal do MDB em Arapiraca”, que terá direito a defesa. A sessão de julgamento será realizada no próximo dia 25.

O ainda presidente do diretório do MDB Arapiraca, José Macedo, foi informado formalmente do início do processo e terá direito a defesa.

Tudo pode acontecer

Luciano Barbosa e o MDB de Arapiraca vão ‘sangrar’ juntos, com a dúvida jurídica, alimentada pela incerteza de ser ou não ser candidato. Tem roteiro para arrastar o ‘drama’ até o dia das eleições.

A confusão é inédita. Foram três convenções e três atas em dois dias. Duas do diretório municipal do MDB Arapiraca e uma convocada pela Executiva Estadual. A pergunta que fica é qual dos documentos a Justiça Eleitoral irá aceitar.

Fato consumado?

O advogado Fábio Gomes, que representa o vice-governador Luciano Barbosa , escolhido como candidato a prefeito na primeira convenção – a do dia 15 – diz que a ata da primeira convenção já foi registrada. “O registro dos candidatos já está feito”, pondera.

Existem precedentes parecidos com o corrido em Alagoas em outros Estados. Em casos similares, o que vale é a posição da direção nacional do partido.

E nesse quesito, é bom lembrar que o deputado federal Isnaldo Bulhões, foi designado pelo presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, para acompanhar a convenção do dia 16 (convocada pela Estadual) e concordou com o envio a ata oficial ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AL), sem candidaturas para registro.

“Por ausência de votos dos convencionais, o MDB não terá chapa majoritária e proporcional para disputar as eleições em Arapiraca”, disse o deputado.

A convenção do dia 16, segundo o represente da Executiva Estadual, terminou sem votos na urna. “Os convencionais fizeram sua própria reunião, no final da convenção, e não aceitaram a pauta encaminhada pela direção estadual e nacional”, disse José Wanderley, acrescentando que a ata, foi encaminha para Justiça Eleitoral comunicando que o MDB não terá candidatos na eleição municipal de Arapiraca.



Compartilhe