Política

Tutmés Airan toma posse como governador interino de Alagoas


Fonte: Dicom TJAL

01/10/2020 11h40

Nessa quarta-feira (30), o presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), Tutmés Airan, assumiu o Governo de Alagoas. O desembargador ficará à frente do Executivo estadual até a próxima segunda-feira (05). Antes da posse, ele foi questionado pela imprensa sobre a decisão que autorizou a concessão da Companhia de Saneamento (Casal) à iniciativa privada.

"Trata-se de decisão política tomada pelo Executivo e pelo Legislativo. A nós, do Poder Judiciário, cabe analisar a legalidade e a constitucionalidade dessa decisão. Tão somente. Não podemos nos imiscuir no ato político, que é típico de outros poderes. Em um primeiro momento, não enxerguei ilegalidade ou inconstitucionalidade, por isso autorizei a realização do leilão", explicou.

Em seu discurso de posse, o desembargador ratificou sua alegria pela assunção ao cargo de governador. "Alagoas é um pedaço do Brasil que eu amo muito. É a minha terra. Só isso já seria o bastante para justificar a minha alegria, mas há também o fato de que substituo um democrata. Nesse momento, no Brasil, ser democrata é uma virtude que precisa ser enaltecida", afirmou. 

Na solenidade de transmissão do exercício do cargo, Tutmés Airan disse que assumir o Executivo representa o coroamento de uma trajetória de muita luta, humildade e sacrifício pessoal. "Nunca esperei viver esse momento. Estou bastante feliz e espero estar à altura do desafio".

O desembargador assume o Executivo por conta de viagem do governador Renan Filho e pela impossibilidade de o vice-governador, Luciano Barbosa, e o presidente da Assembleia, Marcelo Victor, assumirem o cargo. Nesse período, o Tribunal de Justiça fica sob condução do desembargador Sebastião Costa Filho.

"O presidente Tutmés é um democrata, com currículo extraordinário. Para Alagoas é um momento de muita felicidade", disse o secretário do Gabinete Civil, Fábio Farias. A solenidade ocorreu no Palácio República dos Palmares e contou ainda com a presença dos juízes auxiliares da Presidência, Kleber Borba, Manoel Cavalcante e Ygor Figueirêdo.

O juiz Alexandre Lenine, presidente do Fundo Especial de Modernização do Judiciário (Funjuris), o juiz Sóstenes Andrade, presidente da Associação Alagoana de Magistrados (Almagis), e diretores do TJAL também compareceram ao evento.



Compartilhe