Política

Em 18 dias de campanha, candidatos à Prefeitura gastaram R$ 6,4 mi


Fonte: Novo Extra

28/10/2020 10h02

Faltando apenas 18 dias para a votação no 1º turno das eleições municipais 2020, os três candidatos melhor avaliados na preferência dos eleitores para disputar à Prefeitura de Maceió, gastaram R$ 5.934.358,35 do Fundo Partidário, segundo pesquisas. Os dados podem ser vistos no sistema Divulgacand, pelo portal da Justiça Eleitoral, referentes a Alfredo Gaspar (MDB), JHC (PSB) e Davi Davino Filho (PP).

O candidato com maior volume de despesas contratadas é Davi Filho, que utilizou R$ 2,8 milhões da verba da campanha no período, tendo pago R$ 1,8 milhão das dívidas. JHC foi o 2º candidato que mais investiu na campanha, R$ 1,9 milhão em despesas contratadas, sendo que, até agora, foram pagos R$ 999 mil. Alfredo Gaspar contratou despesas no valor de R$ 1,1 milhão e pagou, até a última atualização do sistema, R$ 49,1 mil.

De acordo com a Justiça Eleitoral, o volume de despesas contratadas pelos demais candidatos soma R$ 485.810,14. Maceió tem 10 candidatos concorrendo ao cargo de prefeito. O limite legal de gastos no 1º turno das eleições é estipulado em R$ 5.131.759,90 e para o 2º turno, R$ 2.052.703,96 para todos os candidatos. Juntando todos os postulantes ao cargo, o valor utilizado com despesas de campanha chega a R$ 6.420.168,49.

As despesas contratadas e pagas pelos candidatos são listadas no programa de prestação de contas como pagamentos em publicidade, material impresso, pesquisa, hospedagem, locação e veículos, entre outras, sendo o volume maior de recursos é para pagar serviços contratados por terceiros. 

 



Compartilhe