Política

Arthur Lira deve levar metade dos votos na bancada de AL


Redação
Fonte: Blog Edivaldo Júnior

11/01/2021 20h30

Segundo o jornalista Edivaldo Júnior em recente postagem em seu blog, o deputado federal Arthur Lira (PP-AL) percorre o Brasil em busca de votos favoráveis para ser tornar presidente da Câmara dos Deputados, cargo que ele disputa contra Baleia Rossi (MDB). Um tem o apoio de Jair Bolsonaro (sem partido) e outro de Rodrigo Maia (DEM).

Além do próprio voto, Lira precisa de outros 256 para ser eleito já no primeiro turno. Dando continuidade à campanha, no sábado (09) ele se reuniu com a bancada federal de Alagoas.

Apesar dos outros oito deputados alagoanos conviverem diariamente com Arthur Lira, o encontro promovido por Marx Beltrão (PSD) na sede do PSD foi para a apresentação de compromissos e declaração de apoio. A reunião contou, além de Beltrão e Lira, com a presença de Sérgio Toledo (PL), Nivaldo Albuquerque (PTB), Severino Pessoa (Republicanos) e Pedro Vilela (PSDB).

As legendas PSD, Republicanos e PL fazem parte do bloco de apoio à candidatura de Arthur, e os deputados desses três partidos presentes na reunião já declararam apoio ao candidato do PP. 

Segundo Edivaldo Júnior, Sérgio Toledo disse que seu voto era de Arthur Lira e Marx Beltrão faz campanha aberta em defesa do candidato.

Nivaldo Albuquerque ainda não definiu quem vai apoiar, mas tudo indica que deverá somar com Arthur.

Pedro Vilela, em nota, disse que ainda não definiu sua posição, mas seu partido está no bloco de apoio a Baleia Rossi. Mesma situação de Tereza Nelma (PSDB), Isnaldo Bulhões (MDB) e Paulão (PT), que devem votar no candidato do MDB.

“É somar. Se ficar assim, tudo aponta para que Lira fique com metade dos votos de Alagoas. Com o dele, chega a 5 e tem maioria”, explica Edivaldo Júnior.

Posicionamento

Pedro Vilela participou da reunião com Arthur, mas não ficou até o final. Em nota, ele informa que vai conhecer as propostas de outros candidatos.

“Participei hoje de uma reunião da bancada federal de Alagoas, ocasião em que o candidato à presidência da Câmara, Arthur Lira, pôde expor seus projetos e compromissos de campanha. Reconhecendo que Arthur reúne todas as condições políticas para pleitear o cargo, devo ainda conhecer e analisar as propostas dos outros candidatos. Meu voto será dado no projeto que for melhor para o Brasil, e, em especial, para Alagoas.”, diz Pedro.

Até então, Nivaldo Albuquerque não respondeu questionamentos sobre seu voto. Beltrão, Pessoa e Toledo votam em Lira.

Reforma

Ainda de acordo com Edivaldo Júnior, a disputa pela presidência da Câmara dos Deputados terá reflexos diretos na reforma política que o governador Renan Filho está fazendo em seu governo. E por conta disso, mudanças em várias secretarias que estão na cota dos partidos devem ficar para depois da eleição em Brasília. 

 



Compartilhe