Política

Com mais três filiações, MDB possui 44 prefeitos em Alagoas


Mauricio Santana (estagiário sob supervisão)
Fonte: com Redes Sociais

22/02/2021 16h10

Na manhã desta segunda-feira (22), o governador Renan Filho esteve presente na filiação de três novos prefeitos ao partido MDB. A cerimônia para troca de legendas ocorreu na sede do governo, em Maceió.

Diante dos fatos, os novos gestores municipais filiados ao MDB são: Jorge Galvão - ou "Jorginho"-, prefeito de Jundiá; Leopoldina Amorim, prefeita de Marimbondo e Valmiro Gomes, prefeito de Poço das Trincheiras. Galvão e Amorim deixaram o PSD para se juntar ao partido de Renan Filho, já Gomes saiu do PSDB.

Em suas redes sociais, o governador Renan Filho escreveu: "Eles fazem o trabalho do Governo de Alagoas chegar de forma mais ativa nos municípios alagoanos. Uma observação importante é que a capilaridade do partido ajuda, sem dúvida, o Governo". 

Mais filiações ao MDB

Nas eleições de 2020, o MDB alcançou o marco de eleger 38 prefeitos, mas o número de gestores ligados ao partido vem crescendo desde então. No dia 03 de fevereiro, o prefeito do município de Palmeira dos Índios, Júlio Cezar, deixou o PSB e foi para o MDB. Apenas cinco dias depois, no dia 08, a legenda do governador Renan Filho anunciou a filiação de outros dois gestores municipais: Jaime do Mercado, de Palestina, que era filiado ao Republicanos e Will Valença, de Tanque d’Arca, que era filiado ao PSD.

De acordo com o jornalista Edivaldo Júnior, um dirigente de Renan Filho afirmou que cerca de mais dez prefeitos se juntariam ao MDB. As novas filiações têm como objetivo o fortalecimento da sigla para as eleições de 2022.

Quadro atual de prefeitos

Após as trocas de partidos, a situação das legendas quanto a prefeitos ficou da seguinte forma:

MDB: elegeu 38 prefeitos nas últimas eleições e passa a ter 44;

PP: elegeu 28 prefeitos e mantém os gestores;

PTB: 12 prefeitos e mantém os gestores;

PSD: elegeu 4 prefeitos nas últimas eleições e passa a ter apenas 1;

PSC e PL: elegeram 3 prefeitos, cada um, e mantêm os gestores;

Republicanos: elegeu 3 prefeitos nas últimas eleições e passa a ter 2;

PSB e PSDB: elegeram 2 prefeitos nas últimas eleições e passa a ter apenas 1;

DEM: elegeu 2 prefeitos e mantém os gestores;

PT, Cidadania e Podemos: elegeram 3 prefeitos, cada um, e mantêm os gestores. 



Compartilhe