Política

Vereador Kelmann Vieira assume secretaria do Estado


Redação
Fonte: Blog Edivaldo Júnior

04/05/2021 08h55

O ex-presidente da Câmara de Vereadores de Maceió, vereador Kelmann Vieira (PODE) será nomeado secretário de Prevenção à Violência (Seprev). A nomeação sai no Diário Oficial do Estado de Alagoas desta terça-feira (4).

Kelmann vai assumir no lugar de Esvalda Bittencourt, que estava à frente da Seprev desde 2016 por indicação do ex-deputado federal Givaldo Carimbão.

A indicação de Vieira não é, no entanto, uma indicação do seu partido. “Não foi uma indicação nem do Podemos, nem de Rui Palmeira”, aponta um dirigente do partido.

A indicação de Kelmann, confirmada na noite desta segunda-feira acomoda o grupo político de Cícero Cavalcante, que tem dois prefeitos na região norte (São Luiz do Quitunde e Matriz de Camaragibe), além da deputada estadual Flávia Cavalcante (PRTB), esposa do vereador.

Kelmann teve papel importante nas eleições municipais de Maceió, apoiou o candidato Alfredo Gaspar de Mendonça (atual secretário de Segurança Pública do Estado) e é muito ligado ao ex-prefeito Rui Palmeira.

Quem assume mandato na Câmara de Vereadores de Maceió, com a licença de Kelmann, é Alan Balbino, primeiro suplente do Podemos, que já exerceu mandato em legislaturas anteriores.

Mudanças

Com a nomeação de Kelmann, o governador Renan Filho fará a quarta mudança no primeiro escalão do governo este ano. A reforma começou com Alfredo Gaspar na SSP e teve sequência com Maykon Beltrão (Seagri) e Fabiana Pessoa (Seades).

As alterações fazem parte de uma estratégia para acomodação dos grupos políticos ligados ao governo.

Entre as mudanças que devem ser feitas, o governador deve anunciar espaços para a deputada federal Tereza Nelma e para outros grupos – podendo incluir o PRTB e o PSC.

Outras mudanças no primeiro e segundo escalões estão previstas para esta semana. 

Nota Oficial

Em nota, o Podemos confirma a informação antecipada aqui. Confira:

"O Podemos Alagoas informa que a decisão do vereador Kelmann Vieira, ao aceitar secretaria no Governo do Estado, é estritamente pessoal. O Podemos deseja sorte a seu filiado na nova missão, e reitera que, o partido não faz parte da base de sustentação do governador Renan Filho."



Compartilhe