Pop & Arte

Diteal encerra série de vídeos documentais apresentando o Quartas Eruditas


Fonte: Ascom

04/09/2020 17h30

Difundir a música clássica, despertar o gosto pelo erudito e contribuir com a formação de plateia. Esses são os principais objetivos do projeto Quartas Eruditas, realizado desde 2015 pela Diteal em parceria com a Camerata Ero Dictus, do Instituto de Cultura Ero Dictus, com concertos didáticos, na sala de música do Complexo Cultural Teatro Deodoro, no Centro de Maceió.

Para contar a história do projeto, a Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (Diteal) convidou a Camerata Ero Dictus para compor sua série de vídeos documentais, durante a quarentena. Uma forma que a instituição encontrou de divulgar seu trabalho e de seus parceiros, valorizar os artistas e levar arte ao público.

Neste vídeo, disponível nas redes sociais do Teatro Deodoro, em seu canal do Youtube pelo link: https://www.youtube.com/watch?v=1My-0WK1ccw e no site diteal.al.gov.br, contém registros de apresentações do projeto, depoimentos de integrantes da Camerata Ero Dictus, da Diteal e de amigos do projeto.

O vídeo conta também com depoimentos dos professores Rita Namé e Benedito Pontes, fundador e presidente honorário do Instituto de Cultura Ero Dictus, integrante do Instituto Carlos Gomes, em São Paulo, onde foi agraciado com comendas. “Essa parceria com a Diteal vem preenchendo uma lacuna muito grande na formação e na difusão da música erudita entre os estudantes. Se tornou um marco na sociedade alagoana e tem feito um grande sucesso. Esse projeto vem das praças públicas, dos parques de Maceió, diretamente para o Teatro Deodoro”, contou.

A produção audiovisual segue com depoimentos da jornalista Liara Nogueira, da cantora lírica – soprano Elvira Rebelo, da plateia e do regente e diretor artístico da Camerata Ero Dictus, Maestro Max Carvalho. “Esse projeto há alguns anos vem conquistando o coração das pessoas. Através de concertos didáticos comentados, tem trazido um público de mais de 10 mil pessoas e a grande maioria é formada por crianças, adolescentes e jovens das escolas, em especial da rede pública de ensino. É um projeto que faz uma diferença muito grande na vida de cada um, desde nós musicistas, que preparamos o programa, e das crianças, nós lembramos do semblante das crianças encantadas, quando vêem um violino, um cantor, uma orquestra, um coral, um piano”, relatou.

A sequência de depoimentos continua com a pianista Selma Britto. “Com muita alegria e admiração, parabenizo o Instituto de Cultura Ero Dictus, criado por esse casal querido, Orieta Feijó, exímia pianista, e Benedito Pontes. Para o seu maestro e diretor artístico, Max Carvalho, nossos calorosos abraços pelo seu extraordinário trabalho musical com a orquestra e o coral Ero Dictus, levando cultura e música de qualidade para escolas, colégios e para uma plateia que prestigia com admiração as Quartas Eruditas, numa parceria com o Teatro Deodoro. Espero que haja sempre continuidade desse projeto e que cada um de nós possa sentir a importância da música em nossas vidas. Mais uma vez, aplausos para o Instituto de Cultura Ero Dictus”, acrescentou.

O maestro Max Carvalho fala um pouco sobre o repertório do projeto. “No planejamento e na preparação dos programas dos concertos, buscamos colocar obras de diversos estilos e épocas, assim como compositores da música ocidental, de diferentes países, naturalmente, incluindo compositores do Brasil e de Alagoas”, revelou.

No vídeo, tem também depoimentos da soprano Roberta Barreto, da mezzo-soprano Lúcia Huet, ambas da Camerata Ero Dictus, e do gerente artístico e cultural da Diteal, Alexandre Holanda. “É com grande alegria que falamos da parceria com a camerata do Instituto Ero Dictus. Iniciamos, em 2015, um projeto muito importante, o Quartas Eruditas, quando, a cada última quarta-feira do mês, com o apoio das Secretarias de Educação de Maceió e de Alagoas. Nós recebemos, em média, 300 crianças. O maestro Max Carvalho prepara um repertório muito envolvente, de excelência, discute com as crianças e todos os componentes do Ero Dictus sobre esse repertório, compositores, a época das composições, afinação dos instrumentos... É um trabalho muito dinâmico, as crianças interagem, inclusive tocando os instrumentos, regendo. Estamos encerrando essa série de documentários da Diteal de uma forma muito feliz. Externo a nossa gratidão, que essa parceria continue, é um prazer imenso conviver e contar com parceiros desse porte, envolvidos, que levam a sério o seu trabalho, dividem com a comunidade e somam para a construção de uma sociedade mais feliz, viva e reflexiva da sua realidade artística e cultural”, acrescentou.

A diretora presidente da Diteal, Sheila Maluf, deixou registrado o seu depoimento. “A arte e a cultura sempre foram grande parceiras na realização de sonhos. Essa sequência de vídeos mostra como a arte e a cultura fazem do sonho projetos para se tornarem realidade. O Quartas Eruditas nasceu de um sonho. A camerata Ero Dictus nos procurou para realizar. No começo, era um sonho encher a plateia de crianças. Iniciamos com 15 crianças e, depois, ficamos mais de 300 com agendamento feito com meses de antecedência. Quero agradecer ao Instituto de Cultura Ero Dictus e a todos os parceiros que nos fazem sonhar e realizar. Vamos continuar realizando. Quero que vocês continuem sonhando com a gente. Não posso deixar de mencionar a minha equipe da Diteal, que planejou e executou esses vídeos, que também foram um sonho transformado em realidade. Ainda temos muito o que sonhar e realizar”, concluiu. 



Compartilhe