Pop & Arte

Discos de vinil voltam a vender mais que CDs em 2020


Fonte: Diário de Pernambuco

13/09/2020 15h20


Apesar da geração atual ser do streaming, o gosto pelo vinil ainda é revivido por muitas pessoas que nasceram quando as vitrolas não eram mais tão populares. De acordo com a Recording Industry Association of America (RIAA), no primeiro semestre de 2020, pela primeira vez desde 1980, os vinis superam os CDs, representando 62% do valor da venda física na indústria de musical.
O mercado da música sofreu consequências da pandemia do coronavírus, como outros meios comerciais, afetando os índices de venda no geral. Com as lojas fechadas, a procura ocorreu pelo meio digital em sites. O valor obtido no primeiro semestre, entretanto, corresponde a, aproximadamente, U$ 376 milhões, sendo U$ 232 milhões por parte dos vinis e US$ 129 pelos CDs.
A moda retrô vintage está presente na geração atual, a qual pessoas retornam a busca por vitrolas, vinis, seja para colecionar ou não, como uma maneira de ouvir música. Isso faz com que a indústria atenda as demandas e, por exemplo, lance vinis de trilhas sonoras recentes, como aconteceu com o filme de Vingadores.
 



Compartilhe