Pop & Arte

FMAC elabora Planejamento das Ações de 2021


Redação
Fonte: Ascom FMAC

20/02/2021 17h45

A presidenta da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), Mírian Monte, elaborou o Planejamento das Ações da Fundação relativas ao primeiro ano de gestão que serão implementadas em 2021.

O documento, que contempla as ações, os locais de execução, os objetivos e o período de realização, foi apresentado, nesta sexta-feira (19), ao vice-prefeito de Maceió, Ronaldo Lessa. Outro motivo da agenda foi a retribuição à visita, realizada por Lessa, à sede da FMAC, no dia 27 de janeiro.

Chamado de Relatório de Ações 2021 da FMAC, o plano de ação, também foi enviado ao Gabinete do Prefeito, à Secretaria Municipal de Comunicação e ao Gabinete de Gestão Integrada para o Enfrentamento à Covid-19.

Convênios – O planejamento traz o lançamento de quatro editais, cujos valores somados são da ordem de pouco mais R$ 2 milhões e 600 mil. O valor global desses certames considera ainda a contrapartida financeira da Fundação e os convênios que já foram realizados com o Ministério do Turismo, através da Secretaria de Cultura do governo Federal, nos anos de 2019 e 2020. Os repasses financeiros dos quatro convênios ainda serão efetivados.

Quando os recursos forem liberados, com a aprovação do orçamento do governo Federal, pelo Congresso Nacional, serão contemplados projetos de inclusão para mestres de folguedos, a realização de atividades artísticas e culturais nos bairros de Jaraguá e localidades da parte Sul de Maceió, nas imediações das lagoas Mundaú e Manguaba.

Todas essas ações vão contar com a participação de artistas locais. Além disso, há ainda, a realização de outros projetos que envolvem as culturas popular e grupos artísticos e culturais de matriz africana.

Recursos Próprios – Outros projetos estão previstos para serem realizados em 2021, cujos recursos financeiros estão sendo captados, via emendas parlamentares, nos âmbitos Federal e Municipal.

Somados, os projetos Vem Pra Praça, Festival da Cultura Nerd e Batalhas de Rima foram orçados em R$ 1 milhão e 100 mil. Em fase de elaboração do orçamento estão a realização do São João de Maceió, Muralismo – Colorir é Legal e o Festival Maceió, o carnaval fora de época, previsto para acontecer no mês de setembro.

Já estão conveniados com o Ministério do Turismo, mas ainda aguardam repasses financeiros, os projetos Natal – Maceió Cidade das Artes, Ginga Maceió e o Cultura na Rua, orçados em R$ 1 milhão 960 mil.

No planejamento 2021 da FMAC estão previstas ainda a realização, no mês de março, da Semana da Mulher e outras ações como a mudança da sede da Fundação para prédio da antiga intendência, no Centro de Maceió. Neste espaço está prevista a instalação do acervo de 9 mil exemplares da Biblioteca da FMAC Graciliano Ramos.

Todas as ações presenciais que envolvam a aglomeração de pessoas foram planejadas tendo em vista a pandemia de Covid-19 e só serão realizadas se forem aprovadas pelos órgãos e autoridades competentes seguindo todas as normas científicas em saúde pública e os decretos federal, estadual e municipal que estão em vigor e exigem a aplicação dos protocolos sanitários de segurança de combate ao coronavírus.



Compartilhe